COVID-19 - Macro Sudeste e Microrregião de Ubá regridem para onda amarela do Minas Consciente
20/11/2020 16:24 em UBÁ EM PAUTA

Em 20/11/2020 às 11:57 - Matéria nos enviada por email

Por Comunicação Social - Prefeitura Municipal de Ubá-MG

A imagem da capa do site Multisom é meramente ilustrativa e foi retirada de arquivos da internet/Google

 

A situação epidemiológica atual do município de Ubá em relação ao aumento de casos de COVID-19 em Minas Gerais. O momento é de alerta e por isso é necessário que todos nós tomemos todas as medidas de distanciamento, uso de máscaras e higiene das mãos para evitarmos o aumento da taxa de transmissão na cidade. 

 

Conforme orientação do Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (Coes Covid-19), devido ao aumento da incidência da Covid-19 nos últimos 14 dias em Minas Gerais, tanto a macro quanto a microrregião de Saúde de Ubá tiveram indicação para regredir para a Onda Amarela do Programa Minas Consciente. A decisão foi anunciada durante deliberação do Comitê Extraordinário Covid-19, nesta quarta-feira (18/11).

 

Apesar de ter recebido indicação para onda verde nas últimas semanas, o município de Ubá manteve-se preventivamente na onda amarela visando alcançar uma estabilização antes de progredir de onda. Entretanto, diante do novo cenário, a cidade adia os planos de progredir de onda e mantém-se na onda atual (amarela).

 

A partir desta sexta-feira (20/11), a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde e da Unidade Integrada de Fiscalização, realiza uma rodada de reuniões com representantes de bares e restaurante, de igrejas, de supermercados e mercados, de academias e de outros segmentos enquadrados na onda amarela. A ação tem como objetivo repassar a situação epidemiológica do município e reforçar a importância da manutenção dos cuidados preventivos contra o coronavírus e da adoção dos protocolos de funcionamento do Minas Consciente.

 

Segundo a Secretária de Saúde de Ubá, Dulcinea Thinassi Perini, as próximas duas semanas são de extrema importância para frear a taxa de contágio da Covid-19, por isso é fundamental que toda a população ubaense participe das ações de controle, com o uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento social.

 

"Nossa preocupação se deve ao que já estamos observando em várias regiões do estado de Minas Gerais e também na nossa macro e microrregião, com destaque para Juiz de Fora e Muriaé, que é o aumento significativo de casos da Covid-19 e uma ocupação, próxima do limite, dos leitos Covid-19 e também dos leitos gerais. Para evitar que isso também ocorra em Ubá, precisamos do apoio da população e dos estabelecimentos comerciais, igrejas e academias, para sejam parceiros na adoção de medidas que possam minimizar os impactos dessa doença nos próximos dias, já que a tendência demonstrada pelos dados epidemiológicos mais recentes aponta para uma nova onda da doença, para um número crescente de casos com complicações. Assim, com a colaboração de todos, não será necessário retroceder para uma fase ainda mais restritiva", afirmou a Secretária.

 

Atenciosamente, 

Assessoria de Comunicação - Prefeitura de Ubá

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE