https://public-rf-upload.minhawebradio.net/2293/slider/c36203b4558d5e93399315711f3ac3d3.jpg
https://public-rf-upload.minhawebradio.net/2293/slider/26ad67dc9326daae997841b07e754a86.jpg
Veja 6 competências importantes para conseguir um novo emprego
02/06/2016 10:43 em Economia

Com as empresas com o orçamento curto para novas contratações e com cada vez mais profissionais disputando a mesma vaga de emprego, o que os candidatos precisam ter ou fazer para 'aparecer' e aumentar suas chances de recolocação?

Segundo Patrícia Sampaio, especialista em RH na Vagas.com, os profissionais precisam dominar algumas competências para ser visto e se destacar entre tantas opções.

"O candidato deve fazer como um bom vendedor: estudar o produto, mercado e como torná-lo mais atraente e competitivo. No universo on-line, a riqueza de informações contribuirá para que ele seja encontrado", afirma Patricia.

Veja abaixo 6 competências para se recolocar no mercado:

1) Vendedor
Em tempos de economia estagnada, o papel do vendedor tem função mais que estratégica. Ele pode contribuir muito para que a empresa reaja às dificuldades de mercado. O candidato deve saber vender sua imagem e comunicar seus atributos e profissionalismo. "Mas é importante ser sincero. Não faça uma falsa propaganda pois um entrevistador habilidoso conseguirá perceber", diz Patrícia. 

2) Analista de custo e orçamento
A dificuldade do desempregado começa a partir do momento em que as pessoas têm de lidar com um orçamento mais apertado. "O profissional não deve procurar emprego quando as reservas financeiras estiverem acabando. Ele deve encarar a procura por uma nova oportunidade como uma atividade de sua nova rotina”, diz Patrícia.

Segundo Patrícia, o profissional deve estar preparado caso sua recolocação não aconteça no patamar salarial anterior.  "Quem nunca ouviu que é necessário 'fazer mais com menos?' Isso significa buscar eficiência e boa administração de recursos. E o profissional precisa aprender a fazer isso na sua vida pessoal e saber utilizar esse conceito na empresa também”.

3) Relações públicas
Dominar esse tipo de competência é essencial no processo de recolocação, já que o candidato deve aproveitar ao máximo sua rede de contatos e ativá-las com bastante precisão. "Vale o networking com ex-patrões, encontro com amigos, contato pelo Facebook", diz Patrícia.

Segundo ela, o esforço só será recompensado se o profissional tiver bom histórico e boa reputação. "Se ele foi um bom profissional, as pessoas lembrarão disso e seu retorno ao mercado ficará mais fácil", conta.

4) Psicólogo
Manter a mente equilibrada e ter foco para se recolocar são exercícios que precisam ser praticados constantemente pelo candidato a uma nova vaga. É muito comum que a autoestima seja abalada ao longo de um período de desemprego e isso pode atrapalhar na busca por uma nova oportunidade.

Patrícia lembra que o candidato deve criar uma rotina, um ritmo para o dia a dia, além de se manter atualizado e em contato com pessoas.

5) Gestor de mídias sociais
A rede social pode ajudar ou atrapalhar a busca. É muito comum que as empresas acessem o perfil dos candidatos e é importante que o profissional analise se o seu perfil o favorece ou não.

"As redes sociais podem ser aliadas também como fonte de informação das empresas para saber o que são, o que fazem, como se relacionam com seus clientes e consumidores. Num momento de pré-entrevista, por exemplo, dar uma olhada na página da empresa vai ajudar bastante", lembra Patrícia.

6) Especialista em RH
Durante o processo seletivo, o candidato precisa buscar informações sobre a empresa também. A escolha é mútua: a empresa escolhe, mas as pessoas também escolhem. "Busque entender o que a empresa faz, que valor ela entrega para a sociedade, como se relaciona com seus clientes e fornecedores e quais desafios tem pela frente", afirma Patrícia.

 

Do G1, em São Paulo - 02/06/2016 06h00 - Atualizado em 02/06/2016 06h00

 

 

COMENTÁRIOS
Google
Image Map
PUBLICIDADE