Ubá: Combate à Dengue
26/09/2017 - 12h55 em UBÁ EM PALTA

Secretaria de Saúde realiza campanha do "Dia A" contra o Aedes

 

Por Assessoria de Comunicação da PMU - Publicado em 25/09/2017 19:18 - Atualizado em 25/09/2017 19:26

 

"Dia A" contra o Aedes

Uma tenda de apoio à ação foi montada na Praça São Januário

Prevenir é melhor do que remediar. Por isso, com o objetivo de sensibilizar a população sobre a importância da prevenção e os riscos da iminência de maior incidência das larvas do mosquito Aedes Aegipty no período de calor, a Secretaria Municipal de Saúde promoveu no sábado (23) o "Dia A – Ação contra o Aedes". Na ação foram fixadas tendas nas Praças Guido e São Januário, com prestação de serviço de aferição de pressão arterial e com a presença de agentes, que repassaram à população instruções sobre o armazenamento correto de água e medidas de prevenção ao vetor. Em conjunto, foram promovidas blitz educativas em alguns semáforos da cidade e panfletagem no Calçadão da São José.

 

Aliado às ações promovidas no sábado, os agentes de endemias também estiveram presentes, em parceria com a Secretaria de Educação, no Cortejo Cultural, evento Pré-Bienal do Livro, que aconteceu no domingo (24), saindo do Calçadão da São José, em direção à Praça São Januário. Além do trabalho de panfletagem durante o cortejo, os agentes se fizeram presentes com orientações à população na Praça São Januário e nas imediações da Feira Livre.

 

"Dia A" contra o Aedes

Alertar a população para os riscos do Aedes foi uma das metas da ação

Dentre os focos da ação, um dos principais é alertar a população quanto aos cuidados residenciais na prevenção ao vetor, tendo em vista que nas residências está a maior incidência de focos. Neste sentido, foi distribuído um checklist para auxiliar na vistoria residencial apontando os locais com possibilidades de se tornarem criadouros do mosquito. “Pelo menos dez minutos por semana são necessários para fazer uma verificação em nossas residências visando eliminar possíveis focos do mosquito. No período de chuvas precisamos de atenção redobrada, pois muitos locais podem se tornar um depósito de água. Para vencermos esta guerra é necessário haver uma mudança de comportamento e uma conscientização da população”, declarou a secretária municipal de Saúde, Dulcinea Thinassi Perini.

 

De acordo com o responsável pela Seção de Controle de Zoonoses, João de Souza Lima, tais ações são de suma importância, pois “com o já conhecido problema da escassez de água, as pessoas tendem a criar reservatórios em suas residências. Por isso é importante conscientizar a população sobre a forma correta de se realizar tal armazenamento, para evitar que estes se tornem possíveis criadouros para o vetor do Aedes Aegipty”. João completa declarando que “é nosso papel sensibilizar e orientar a população quanto à importância do enfrentamento ao Aedes, ao mesmo tempo em que incentivamos a pratica de medidas preventivas para o combate ao vetor”.

 

"Dia A" contra o Aedes

Agentes atuaram em vários pontos da cidade

Vale lembrar que o Aedes aegypti é capaz de transmitir numerosas doenças, entre elas se destacam a dengue, o zika vírus, a febre amarela e a chikungunya.

 

Galerias de Imagens

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE